20.10.08

CRIAR



Criar não é indiferente a ninguém
é um DOMimensurável, inerte e vago
Imenso como o universo
Lindo, puro e vasto
Como o Canto dos pássaros
E o gesto natural de aMor
Postar um comentário

Voltar às origens...