18.11.08

Deixe-me ser NATURAL

Deixe ser NATURAL
Como o dia que aquece e brilha
Igual a noite negra
Implacável com o sentido da visão (olhos)

Deixe ser NATURAL
A água não para
Ela corre em varias direções
É como as veias de um coração

Deixe ser NATURAL
Pois meu filho me ver
É como um espelho
Não posso ser hipócrita, nem um tolo
Que carrega o preconceito
Porem ta difícil ser verdadeiro
Quando quase tudo é falso (o sistema)

Igual a certeza, o espírito, a energia e o amor
Que passa por nos tempos em tempos
E fingimos não ver

Deixe-me ser NATURAL
Postar um comentário

Meiga e cheia de perfume Você, de todo o meu jardim É a flor mais linda!