11.2.09

Nasci aqui e sigo para onde fica a montanha
perto do silêncio que habita a sabedoria
Vou aprender a trilhar a minha vida
E aprender a ser natural como as coisas são
Experimentando e sonhando ser livre
E se eu me pegar vagando nas asas de uma borboleta
Vendo de perto o arco-íris sorrir
Tudo bem para min
Ter nessa ilusão (milhares) um ninho de amor
E ser o que me torna indiferente
Aprender vendo os bichos, os nichos
Sei que todo homem tem seu caminho e tem sua missão
E diante da cascata da cachoeira
Na beira do rio e nas margens vendo a mata
Eu quero sentir a vibração, a energia
Escutar os assobios dos pássaros
Sentir o tom do entardecer
O brilho alucinante quando vir o luar
Sentir a magia e seguir o que sinto
Na montanha com os bichos, os nichos e o silencio do rio
Sentir a vida acontecendo natural

Meiga e cheia de perfume Você, de todo o meu jardim É a flor mais linda!