9.10.15

Pai nosso _ TRADUÇÃO ORIGINAL DO ARAMAICO

O aramaico foi à língua em que Jesus ministrou seus ensinamentos. Como estes ensinamentos foram conservados pela tradição oral por várias décadas em aramaico, muitos estudiosos acreditam que eles foram primeiramente escritos naquela língua e só mais tarde traduzidos para o grego.

Com a tradução para o grego, e mais tarde para o latim e outras línguas européias, surgiram vários problemas na transmissão dos ensinamentos em virtude da estrutura destas línguas. O aramaico é uma língua antiga e bastante sintética; suas palavras podem ter diferentes significados. O grego só foi introduzido no oriente médio bem mais tarde: os vários significados de cada palavra em aramaico são expressos por duas ou mais palavras diferentes. Poderíamos dizer que as palavras em aramaico são ricas em significado enquanto o grego é uma língua rica em palavras.

Quando os lingüistas comparam os textos bíblicos existentes em aramaico e em grego, verificam que o texto grego invariavelmente limita o significado mais profundo e abrangente da versão original em aramaico. Isto explica parte das dificuldades que os cristãos têm para entender os ensinamentos de Jesus. O significado mais amplo das palavras de Jesus foi limitado, e até mesmo distorcido em alguns casos, com as diferentes traduções e editorações ao longo dos séculos. Este é um sério problema, pois Jesus usava os diferentes significados de suas palavras para despertar na alma de seus ouvintes uma sintonia com a profunda verdade transformadora que ele procurava transmitir sob a aparência de coisas simples.

Felizmente ainda existe uma versão da Bíblia em aramaico, ainda que pouco conhecida. Ela é chamada Peshitta, sendo ainda hoje adotada pela Igreja do Oriente, principalmente em partes da Síria. A propósito, a palavra peshitta em aramaico significa "simples"?, "sincero"? e "verdade."?

Seria interessante meditarmos sobre a versão do Pai Nosso de acordo com o original em aramaico, para verificar a reação de nossa alma sobre a possível simplicidade, sinceridade e verdade desta nova versão. O texto foi adaptado do livreto do estudioso Neil Douglas-Klotz, "Orações do Cosmo

“Pai-Mãe, respiração da Vida, Fonte do som, Ação sem palavras, Criador do Cosmos!
Faça sua Luz brilhar dentro de nós, entre nós e fora de nós para que possamos torná-la útil.
Ajude-nos a seguir nosso caminho, respirando apenas o sentimento que emana do Senhor.
Nosso Eu, no mesmo passo, possa estar com o Seu, para que caminhemos como Reis e Rainhas com todas as outras criaturas.
Que o Seu e o nosso desejo, sejam um só, em toda a Luz, assim como em todas as formas, em toda existência individual, assim como em todas as comunidades.
Faça-nos sentir a alma da Terra dentro de nós, pois, assim, sentiremos a Sabedoria que existe em tudo.
Não permita que a superficialidade e a aparência das coisas do mundo nos iluda, E nos liberte de tudo aquilo que impede nosso crescimento.
Não nos deixe ser tomados pelo esquecimento de que o Senhor é o Poder e a Glória do mundo, a Canção que se renova de tempos em tempos e que a tudo embeleza.
Possa o Seu amor ser o solo onde crescem nossas ações”.

Amém.

Meiga e cheia de perfume Você, de todo o meu jardim É a flor mais linda!